Concha do Peregrino (Vieira) 10-12 cm

3.30 IVA Incluído

Em stock

Adquira este produto e obtenha 3 Pontos - no valor de 0.15 ao criar conta em Templo de Buda
Compare

Descrição

Concha de Vieira (molusco), muito usada para brindes, saboneteiras, pratinhos, porta-velas, batismos, incensários mas a sua maior associação é á peregrinação, principalmente no caminho até Santiago de Compostela.

Reza a lenda que todo peregrino que chegava a Santiago de Compostela, continuava até á ponta situada em Finisterra para trazer a concha do mar Vieira,  para provar que ali estivera. De qualquer forma, a concha vieira significa, além origem da vida e fecundidade: o conhecimento, a proteção – e após concluir o caminho, deve seguir até Finisterra e atirar ao mar, porque o conhecimento é de todos e para todos – e é como forma de agradecimento por ter conseguido realizar o caminho em segurança. É uma forma de “disponibilizar o conhecimento” adquirido durante a peregrinação.

A concha de vieira, facilmente encontrada nas costas da Galiza, é desde há muito tempo o símbolo do Caminho de Santiago e dos seus peregrinos.

Outra lenda diz que enquanto o corpo de Santiago era transportado por um cavaleiro de Jerusalém para a Galiza, o cavalo caiu na água e emergiu coberto destas “conchas”. Também não é coincidência que, em alemão, a Vieira seja conhecida por “Jakobsmuscheln” (mexilhões de Jacob) e em francês é chamada de “Coquille de Saint Jacques”.

Hoje em dia, a Vieira, assim como a seta amarela, é usada para orientar os peregrinos ao longo de muitos caminhos diferentes até Santiago.  Este símbolo é uma metáfora, na medida em que as suas linhas representam os diferentes caminhos percorridos pelos peregrinos de todo o mundo, que conduzem a um ponto, o túmulo de São Tiago em Santiago de Compostela. A Vieira pode ser encontrada em marcos ao longo do caminho, orientando os peregrinos na direção correta. Assim como na era medieval, muitos peregrinos usavam a Vieira presa ao pescoço ou nas costas para facilmente serem identificados e garantir que seguissem sempre o caminho certo.

A concha era também usada nos cultos pagãos ao simbolizar a fecundidade, e estava ligada à deusa Vênus. Na Antiguidade, a Vênus foi a protectora do mar, dos navegantes e pescadores, muito similar com a Iemanjá, a mãe de todos os orixás, rainha do mar, que também possui a concha como seu símbolo mas com a conotação de Amor e Proteção, mais especificamente ao Amor Materno.

Ao longo dos séculos, a vieira ganhou significados míticos, metafóricos e práticos.

Devido a ser uma peça totalmente natural, poderá apresentar diferenças em relação á foto

Em caso de duvidas em relação este produto no site Templo de Buda, pode contatar por Whatsapp, email ou Facebook

Informação adicional

Peso60 g
Dimensões (C x L x A)10 cm

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Concha do Peregrino (Vieira) 10-12 cm”

X